sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

GANHAR E PERDER




A Vida é dos audazes

No agir quotidiano onde se ganha ou perde
Dos meandros desgarrados da humana odisseia
Toda a pessoa faz história cedo ou tarde
Qu’ às vezes dá angústia outras vezes premeia.


As coisas que se fazem em cada momento
São sempre relativas, de sucesso ou não,
Há mister conciliar o sonho e o provento
Para que haja prazer em toda a condição.


Ó Musa e cantos meus, se versejar não soube,
Usando a lira que a minha arte joeirou,
Não deixeis qu’ a razão alguma vez me roube
Aquela inspiração que a mente celebrou.


E se ao longo da vida desenganos houve
Saiba ao menos perder o que ganhar não soube!



Frassino Machado
In ODISSEIA DA ALMA

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

O SONHO DE SÃO VALENTIM


O Patrono dos Namorados
                                   Homenagem aos
                                   Verdadeiros Namorados

O bom São Valentim também sonhou
Estar, um dia, muito apaixonado
Seu amor procurou por todo o lado
Mas todavia nunca o encontrou.

Depois de muitos anos de aventura
Julgando sua paixão atraiçoada
Regressou à mansão abandonada
Chorando o triste fado em amargura.

Sentindo as emoções sempre à deriva
Jurou, numa promessa decisiva,
As núpcias da amizade em vez de amor.

Voltou a ser feliz desta maneira
Numa ventura profunda e verdadeira
Que seu fiel coração iluminou!


Frassino Machado
In JANELAS DA ALMA, 14-02-2012